Departamentos

Departamento
Fiscal

Onde o escritório estabelece uma ponte entre a Empresa e o Fisco, responsável pelo registro de todas as Notas Fiscais

Departamento
Pessoal

Cuida da folha de pagamento, contratação do profissional e do acompanhamento formal e que exige desse profissional contratado.

Departamento
Contabil

Aplicada à um ramo específico de atividade ou setor da Economia, normalmente denominada de acordo com a atividade daquele ramo.

Departamento Fiscal

Departamento que executa Escrituração Fiscal é a área departamental onde o escritório estabelece uma ponte entre a Empresa e o Fisco (Governo). O departamento é responsável pelo registro de todas as Notas Fiscais de entrada e de saída de mercadorias, do ativo imobilizado, prestação de serviços de custos e despesas que envolvem a atividade de cada empresa.
A gestão contábil é uma tendência de mercado e começa deste o controle interno nas empresas, as quais necessitam de mais informações, cada vez mais rápidas e consistentes, o SPED (Sistema Público de Escrituração Digital) já é uma realidade e antecipa essa tendência.
Utilizamos Softwares Mastermaq, (www.mastermaq.com.br) de última geração pioneira em Softwares para escritórios de contabilidade, hoje com a NF-e (Nota Fiscal Eletrônica) eliminamos praticamente lançamentos de NF manual no escritório com isso otimizamos os trabalhos evitando assim "re serviços" e erros nos processamentos Contábeis;
Todos esses documentos devem ser cronologicamente cadastrados para que o Departamento envie as informações ao Fisco de forma efetiva e correta. A falta ou envio errado de informações pode gerar constantes problemas e constrangimentos à classe empresarial.
– ICMS
– ISS
– PIS
– COFINS
– IRPJ
– CSLL
– Escrituração do registro de entrada, saída, apuração do ICMS, apuração do IPI, livro de inventário
– Escrituração de livro de utilização de documentos fiscais e termos de ocorrência
– Emissão de GIA eletrônica de apuração de ICMS
– DIF DCTF Per/Decomp Sintegra Estadual e Federal
– Departamento Contábil
– Organização e classificação de todos os documentos da empresa
– Conciliação de todas as contas da contabilidade (balancete)
– Emissão de balancete periódico
– Elaboração do fechamento contábil – Balanço patrimonial anual
– Demonstrativo do resultado do exercício
– Demonstrativo de lucros e prejuízos acumulados
– Elaboração de livro caixa
– Elaboração da declaração do Imposto de Renda Anual
– Elaboração da declaração do SIMPLES
– Emissão dos livros razão e diário geral
– Escrituração do livro de lucro real (LALUR)
blog-inner-image-05

Departamento pessoal

O setor de Departamento de Pessoal, expondo sinteticamente, é um departamento mais mecanicista que cuida da folha de pagamento, da contratação do profissional e do acompanhamento formal e que exige desse profissional contratado, apuração dos impostos, apenas experiência e técnica, não se preocupando com a elaboração de um programa de capacitação continuada do profissional.
  • Emissão de recibos de pagamento de salários
  • Rotina de rescisões de contratos de trabalho
  • Emissão de guia de recolhimento de INSS e FTGS
  • RAIS e DIRF anual
  • Contrato de experiência
  • Ficha EPI´s
  • Solicitação de extrato de FGTS
  • Encaminhamento aos Programas de Saúde no Trabalho

Departamento Contábil

Contabilidade quando aplicada à um ramo específico de atividade ou setor da Economia, normalmente denominada de acordo com a atividade daquele ramo. O Código Civil define os termos: Empresário e Sociedade Empresária, na área rural temos então o Empresário Rural e a Sociedade Empresária Rural, que é a empresa na forma de sociedade inscrita na junta comercial como pessoa jurídica.
A antiga Sociedade Comercial hoje chamada de Sociedade Empresária tem seus instrumentos de constituições e alterações, o Contrato Social e o Empresário, é aquele que exerce profissionalmente atividade econômica organizada para a produção ou circulação de bens e serviços, ambos devem obrigatoriamente ser registrados na Junta Comercial.
De acordo com o Código Civil o Empresário e Sociedade Empresária são obrigados a seguir um sistema de contabilidade, com base na escrituração uniforme de seus livros, em correspondência com a documentação respectiva, e a levantar anualmente o Balanço Patrimonial e o de Resultado.
As micros e pequenas empresas poderão utilizar-se da Contabilidade Simplifica, mas nenhuma Empresa prescinde da Contabilidade, até porque a Lei 11.101/2005 que regulamenta a recuperação judicial, a extrajudicial e a falência do Empresário e da Sociedade Empresária exige na Petição Inicial os relatórios contábeis dos últimos três exercícios sociais.

• Organização e classificação de todos os documentos da empresa
• Conciliação de todas as contas da contabilidade (balancete)
• Emissão de balancete periódico
• Elaboração do fechamento contábil – Balanço patrimonial anual
• Escrituração Contábil Digital - ECD = SPED Contábil
• Demonstrativo do resultado do exercício

• Demonstrativo de lucros e prejuízos acumulados
• Elaboração de livro caixa
• Elaboração da declaração do Imposto de Renda Anual
• Elaboração da declaração do SIMPLES
• Emissão dos livros razão e diário geral
• Escrituração do livro de lucro real (LALUR)

SPED Contábil - É a substituição da escrituração em papel pela Escrituração Contábil Digital - ECD, também chamada de SPED-Contábil. Trata-se da obrigação de transmitir em versão digital os seguintes livros: I - livro Diário e seus auxiliares, se houver; II - livro Razão e seus auxiliares, se houver; III - livro Balancetes Diários, Balanços e fichas de lançamento comprobatórias dos assentamentos neles transcritos.
As sociedades simples e as microempresas e empresas de pequeno porte optantes pelo Simples Nacional estão dispensadas desta obrigação.